Instalação da Lousa Digital Proinfo no Ubuntu Linux

O Ministério da Educação, em 2012, adquiriu e distribui (ata de registro de preços 18/2012 do FNDE) entre as escolas públicas brasileiras a quantidade de 100.000 kits UBoard Penandfree, uma solução para lousa digital. Esse recurso, importado da Coréia do Sul pela Digibras, complementou a utilização do computador interativo DIEBOLD (com projetor acoplado) também adquirido e distribuído pelo MEC às escolas. Muitas instituições, no entanto, tiveram dificuldades na hora de preparar o recurso para o uso. Apesar de virem junto com o equipamento, as instruções de instalação e configuração (por sinal muito claras) limitavam-se ao uso integrado ao DIEBOLD. Em vista disso, elenquei algumas orientações para auxiliar gestores e professores que possuem o recurso em suas escolas mas que, por alguma razão, precisam utilizá-lo em outros computadores, como por exemplo o Ubuntu Linux.

20141219_205001É preciso compreender o que compõe a lousa digital para que saibamos do que iremos precisar:

  • Hardware: Receptor, a Caneta e o Transmissor;
  • Software: driver, aplicativos MINTInteractive e MINTControl

a) Instalação do Hardware

Como estão nas orientações que acompanham o recurso:

  • o Receptor deve ser ligado e fixado na lateral da tela de projeção/espaço projetado (está ligado quando um led azul está aceso);
  • a caneta, deve receber uma das pontas disponíveis e, nas mãos do utilizador, ser usada para calibrar e controlar o ponteiro do mouse diretamente na projeção (identifica-se que ela está funcionando por um barulhinho característico e de uma luz vermelha);
  • o transmissor deve ser conectado a uma porta USB do computador (está ligado quando um led azul está aceso).

b) Instalação dos Softwares

Assim que o transmissor for conectado é bem possível que sistema operacional Ubuntu Linux já o reconheça como um dispositivo de entrada, ou seja, um recurso capaz de controlar determinados itens do sistema, neste caso, o ponteiro do mouse, a partir da ponta da caneta ou dos botões existentes nela. No entanto, o utilizador não poderá usar o recurso enquanto este não for calibrado (reconhecimento da posição e dimensão da tela em relação ao receptor). Para que seja possível usá-lo adequadamente será necessário:

  • Baixar pacote de instalação em formato “.DEB” (clique aqui);
  • Instalá-lo executando o pacote (com dois cliques) a partir do aplicativo “Central de Programas do Ubuntu”.

MINT_central_de_programas_ubuntu

Caso apareça a mensagem de que o pacote é de má qualidade clique em “Ignorar e Instalar”.

MINT_avisoApós isso, os aplicativos MINTControl e MINTInteractive estarão disponíveis entre os softwares do Ubuntu. Esses pacotes também podem ser conseguidos acessando a pasta “/cce/drivers/” do CD que acompanha o recurso, no entanto eles podem não funcionar em todas as versões do Ubuntu ou outros sistemas operacionais.

c) Diferentes Versões do Ubuntu

A primeira vez que instalei em um sistema Ubuntu Linux utilizava versões mais antigas (no início de 2013) do Ubuntu e não tive problemas. Ao tentar instalar na versão mais recente (14.10) não consegui executar os aplicativos para calibrar e usar a lousa e descobri que precisava aplicar uma pequena alteração a partir do comando abaixo (executar no terminal):

  • sudo ln -s /lib/i386-linux-gnu/libudev.so.1 /lib/i386-linux-gnu/libudev.so.0

Existe também uma versão desse comando para as instalações 64 bits da versão mais atual do Ubuntu:

  • sudo ln -s /lib/x86_64-linux-gnu/libudev.so.1 /lib/x86_64-linux-gnu/libudev.so.0

Alerto no entano que não obtive o mesmo sucesso que na versão 32 bits.

d) Instalação em sistemas Windows

Os softwares são muito parecidos e executam as mesmas funções que no Linux. A instalação também é muito simples e intuitiva. Os drivers e softwares podem ser baixados clicando aqui.